• INTERNACIONAL
  • ARGENTINA
  • BRASIL
  • BOLIVIA
  • CHILE
  • COLOMBIA
  • COSTA RICA
  • ECUADOR
  • EL SALVADOR
  • ESTADOS UNIDOS
  • GUATEMALA
  • HAITI
  • HONDURAS
  • MEXICO
  • PANAMÁ
  • PARAGUAY
  • PERU
  • R. DOMINICANA
  • URUGUAY
  • VENEZUELA

Em nova campanha, TETO evidencia a realidade em comunidades precárias e pede apoio para ajudar a diminuir as diferenças

O TETO está em busca de novos sócios para dar sequência a sua atuação nas comunidades mais precárias do país. Para incentivar pessoas a apoiar financeiramente o projeto, a ONG lança a campanha “O que te separa da extrema pobreza?”.

Criada por Daniel Kubalak, a campanha traz fotos que retratam situações extremas de quem vive em comunidades precárias, espalhadas em inúmeras periferias do país. As peças evidenciam as diferenças entre realidades, onde de um lado há valores que oferecem uma vida digna, enquanto do outro, faltam os mais básicos serviços. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), R$77,00 por mês separam aqueles que vivem acima dos que vivem abaixo da linha da extrema pobreza.

Questionamentos como “Qual valor te separa da extrema pobreza? ”, “Qual distância te separa da extrema pobreza?” e “Quais oportunidades te separam da extrema pobreza?”, trazem também a multidimensionalidade dessa realidade e destacam os direitos violados das pessoas que vivem nessas condições.

“Parece que o mundo está de cabeça para baixo. Cada dia tomamos conhecimento de novos desastres. Mas é impressionante observar como na mesma velocidade que chegam, desaparecem para dar lugar às novidades.  Quanto se fala sobre a catástrofe, a crise que vemos afetar todos os dias as comunidades precárias? A pobreza deixou de ser novidade e foi esquecida pelas capas de jornais.

O objetivo da nossa campanha é conectar novamente as pessoas a essa realidade em que vivem os moradores e moradoras das comunidades mais precárias do país. O que nos separa da pobreza não é somente a renda mensal de uma família, mas principalmente a violação diária dos seus direitos.

Buscamos evidenciar como a falta de oportunidades, a informalidade do trabalho e as condições precárias de moradia e mobilidade, entre outras vulnerabilidades, continuam marginalizando e inibindo o desenvolvimento de pessoas em situação de pobreza. A mensagem que queremos deixar é de que essa realidade precisa estar em pauta para que ela deixe de existir. Todos nós temos um papel fundamental para diminuir essa distância”, afirma a Diretora Executiva do TETO, Carolina Mattar.

Faça a sua doação mensal e diminua a distância dessa realidade.
Seja um AMIGO DO TETO.