TETO
24 agosto, 2016

Perguntas frequentes

1. TETO

O que é o TETO?

Há 10 anos no Brasil, o TETO é uma organização internacional presente na América Latina e Caribe, que trabalha pela defesa dos direitos de pessoas que vivem nas favelas mais precárias, diminuindo sua vulnerabilidade por meio do engajamento comunitário e da mobilização de jovens voluntários. Com a implementação de um modelo de intervenção focado no trabalho lado a lado com moradores de comunidades, o TETO busca construir moradias mais dignas, promover a educação de crianças por meio de oficinas de leitura, formar lideranças comunitárias e envolver toda comunidade em projetos de melhoria para seus bairros.

Qual é o principal objetivo do TETO?

O principal objetivo do TETO é superar a pobreza e, como dito em sua visão, ter uma sociedade justa, onde todas as pessoas tenham oportunidades para desenvolver suas capacidades e possam exercer plenamente seus direitos.

Como o TETO entende a pobreza a as comunidade precárias?

O TETO entende a pobreza como uma situação vinculada a vulneração de direitos sociais, econômicos, políticos culturais e civis das pessoas, que tem como base uma forte desigualdade social. O TETO acredita que uma das expressões máximas da pobreza está nas favelas, onde a falta de acesso aos seus direitos básicos é fator limitante ao seu próprio desenvolvimento, e representam a supressão de sua cidadania.

Estão vinculados ou são parte da igreja católica?

O TETO nasceu como uma iniciativa de jovens voluntários apoiada de perto pela Companhia de Jesus, e mesmo que dentro da organização exista a figura do Capelão, cargo ocupado por Juan Cristóbal Beytía, a Igreja Católica não possui nenhuma influência no trabalho que o TETO realiza nas comunidades. No TETO, todas as pessoas que tenham diferentes crenças, culturas e orientação sexual podem participar sem serem discriminadas.

Estão vinculados a algum partido político?

Não. O TETO é uma organização apartidária, mas que através de todo o trabalho dos moradores e voluntários busca fazer política e gerar incidência, com o objetivo de mudar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas no continente.

Em que países estão presentes?

O TETO está presente em 19 países da América Latina: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Costa Rica, Colômbia, Equador, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Nicarágua, Paraguai, Panamá, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

2. MODELO INTERVENÇÃO COMUNITÁRIO

Qual é o enfoque do modelo de intervenção do TETO?

A intervenção comunitária do TETO tem como foco as comunidades precárias mais excluídas, sendo seu motor essencial a ação conjunta de seus moradores e jovens voluntários, que trabalham para gerar soluções concretas à problemática da pobreza. TETO impulsiona o processo contínuo de fortalecimento da comunidade, considerando o desenvolvimento comunitário como o eixo transversal da intervenção.

Quem pode ter acesso aos planos e programas do TETO?

Todas as famílias que vivem em comunidades que queiram trabalhar com o TETO podem ter acesso, propor e participar dos programas do modelo de intervenção que a organização oferece.

Como é a participação real das famílias em toda a implementação de seu modelo?

As famílias das comunidades participam desde o primeiro momento de nossa intervenção, já que são elas mesmas que se organizam para que o TETO comece a intervenção junto a elas.

Como é feita a seleção das famílias com as que vamos trabalhar?

O TETO trabalha com as famílias vivem em maiores condições de vulnerabilidade social. Trabalhamos sempre com a questão de urgência, e apesar de sabermos que todos ali em um assentamento precário tem necessidades, acreditamos que primeiro devemos priorizar aquelas que estão vivendo em condições com um grau de precariedade maior.

Para isso é feito uma enquete de caracterização socioecômica, que levanta informações sobre a família e a comunidade gerando assim dados suficientes para analisar quem está em uma situação pior e logo assim sendo priorizada por nosso trabalho.

O que é Gestão Comunitária?

É a área do TETO responsável por criar, desenvolver e acompanhar as “equipes fixas” ou Equipes de Comunidade. Essas equipes são compostas por voluntários que se comprometem a se reunir com frequência com os moradores (geralmente, reuniões semanais) para, em conjunto, diagnosticar quais são os sonhos daqueles moradores para o desenvolvimento comunitário e assim trabalhar em cima de projetos que visam tornar esses sonhos realidade. O objetivo do TETO é que a comunidade se identifique como um grupo em busca de um ideal e, através da autogestão de seus moradores e do trabalho em rede entre comunidade e diferentes agentes da sociedade (empresas, governo, ongs, etc).

Como funciona o trabalho da Equipe de Comunidade?

A equipe fixa é composta por, no mínimo dois coordenadores e, em torno de 10 voluntários de apoio. Se reúnem geralmente, todos os finais de semana com os moradores da comunidade onde trabalham, criam um espaço de diálogo chamado Mesa de Trabalho. Nessas instâncias o grupo elabora diagnósticos sobre os quais são os sonhos comunitários e desenvolve diferentes projetos de acordo com as demandas identificadas nesse diagnóstico. Além desses projetos o TETO também desenvolve alguns programas e ferramentas para que os sonhos sejam possíveis. Alguns exemplos são os programas de Formação de Lideranças Comunitárias, Educação, e fundos de apoio aos projetos comunitários (FunTETO).

Qual é o objetivo das Equipes de Comunidade?

O objetivo do trabalho proposto pelas Equipes de Comunidade é apoiar as comunidades que vivem em pobreza a buscarem o desenvolvimento e se autogerir,  para assim reivindicarem seus direitos e melhorar a qualidade de vida dos moradores.

O que é uma Mesa de Trabalho?

A Mesa de Trabalho é a instância semanal onde os voluntários do TETO se encontram com os moradores e outros atores que atuam na comunidade. Nesta instância que os projetos serão planejados e as articulações entre diferentes grupos será feita.

Como eu faço para participar como voluntário?

Qualquer pessoa pode ser voluntário de Habilitação Social. Se você tiver interesse em participar, envie um email para equipesdecomunidade.sp@teto.org.br e manifeste seu interesse.

Qual é a carga horária de voluntários em Gestão Comunitária?

A carga dos voluntários de Gestão Comunitária varia de 4 à 8 horas semanais além de uma visita semanal à comunidade, dependendo da área de atuação.O trabalho nas equipes exige uma presença permanente nas comunidades, dessa maneira pedimos que os voluntários se comprometam a participar durante um período suficiente para fazer a diferença, entre 4 e 6 meses.

Eu preciso ter alguma experiência para participar como voluntário?

Não. Para ser voluntário de Equipe de Comunidade é necessário apenas tempo para ir à comunidade e comprometimento.

Qual o critério de seleção das comunidade?

Hoje em dia, as comunidades em que Gestão Comunitária atua, são aquelas onde o TETO já atuou com a construção de casas de emergência. Nos preocupamos em começar o trabalho em comunidades onde já existem voluntários engajados ou que tenhamos voluntários que vivem próximos à ela para que o trabalho seja sustentável. Nós também levamos em consideração a localização das comunidades, o tipo de mobilização já existente, a relação que o TETO tem com a comunidade, entre outros critérios. No futuro não descartamos a possibilidade de trabalhar em comunidades onde não houve construção do TETO.

Quais projetos são desenvolvidos na comunidade?

Gestão Comunitária trabalha de duas maneiras: os projetos comunitários e a intervenção programática. Os projetos que são desenvolvidos na comunidade dependem das demandas que são diagnósticadas ao longo do trabalho. Alguns exemplos de projetos que já foram realizados na América Latina e no Brasil são: Pavimentação de vielas, Cinema na comunidade, construção de fossas ecológicas, construção de quadras poliesportivas, passeio de crianças ao museu, horta comunitária, oficinas de cunho cultural, entre outros. As intervenções programáticas são programas elaborados pelo TETO e que estão à disposição da comunidade. No Brasil estamos desenvolvendo o trabalho com os programas de Formação de Lideranças Comunitárias e de Educação.

Como eu posso acompanhar o trabalho de Gestão Comunitária?

Você pode acompanhar a evolução do trabalho entre voluntários e moradores nos seguintes canais:

- Blog das Comunidades: https://sites.google.com/a/techo.org/gestao-comunitaria/blog-das-comunidades/blog-das-comunidades

- Facebook: www.facebook.com/tetobra

- Site do TETO: www.teto.org.br

- Virando um AMIGO DO TETO e recebendo um boletim periódico: www.teto.org.br/amigos

Qual é a diferença entre Gestão Comunitária no Brasil e outros países onde o TETO atua?

O trabalho de Gestão Comunitária é segue uma metodologia de intervenção baseada nas Mesas de Trabalho, nos projetos comunitários e na intervenção programática. Cada país adapta esse modelo de trabalho à sua realidade para poder ter um melhor impacto na situação de pobreza de seu país. Em alguns países o trabalho já é mais antigo e, assim, já existem muito programas que ainda não temos aqui no Brasil.

Sou uma organização e tenho interesse em fazer uma parceria. Como eu faço?

O trabalho de Gestão Comunitária é muito flexível e, por isso, as parcerias também podem ser muito diferentes. Toda organização que tiver interesse em fazer uma parceria com Gestão Comunitária ou mesmo  entender um pouco melhor o trabalho deve entrar em contato com equipedecomunidade.sp@teto.org.br.

 3. VOLUNTARIADO

Quem são os voluntários do TETO?

Um voluntário do TETO é aquele que se compromete com a realidade de seu país e tem a convicção de que superar a pobreza é possível.
Ser voluntário do TETO é trabalhar nas comunidades precárias, lado a lado com as pessoas que vivem em condições inaceitáveis, é se sensibilizar com a realidade do outro, é tomar consciência sobre as causas estruturais que produzem a pobreza e as atitudes que contribuem para mantê-la, é atuar e se mobilizar para gerar soluções e mudanças reais.O voluntariado é um mecanismo de participação cidadã, que busca a mobilização e o envolvimento de jovens e de todos os atores da sociedade.

O que os caracteriza?

Os voluntários do TETO se caracterizam por serem jovens que possuem uma grande convicção de que se pode gerar uma mudança em seus países e superar a pobreza no continente. Estão comprometidos com as famílias das comunidades com as quais trabalham.

O que o TETO pede a seus voluntários?

O TETO espera que os voluntários estejam comprometidos com o trabalho que vão realizar nas comunidades e que este seja contínuo, isto é, se assumirem um compromisso, que ele seja tomado com profissionalismo, cumprindo com tudo o que ele implica.

Quem pode ser voluntário?

Mesmo que todas as pessoas que desejam possam ser voluntárias do TETO, nosso foco está nos jovens de até 30 anos. Todas as nossas campanhas de captação de voluntários se realizam em faculdades/universidades.

O que buscam com seus voluntários?

No TETO se trabalha com três eixos na Formação do voluntariado, que têm a ver com:

o   Pessoal: entendimento da pobreza, suas causas e consequências, compromisso com esta realidade, coerência nas ações dos voluntários.

o   Técnica: conhecimento do modelo de intervenção e de suas ferramentas, atitude de denúncia, investigação e conhecimento do sistema político e social do país.

o   Cidadania: fortalecimento da democracia, participação cidadã focada nos direitos humanos.

Em quais datas têm atividades?

As distintas atividades que se realizam nas comunidades correspondem aos planejamentos próprios dos países, portanto, para saber as atividades do país em que reside, entre em contato com o escritório local.

Como posso participar?

Inscrevendo-se no site de seu país e preenchendo o formulário disponibilizado. Se você não tem tempo, mas quer de toda maneira colaborar com o trabalho do TETO, pode tornar-se sócio na seção “Faça sua doação” e contribuir mensalmente com uma quantia em dinheiro.

Quer saber mais sobre como funciona uma construção de casas de emergência? Clique aqui!

4. FINANCIAMENTO

Como se financiam?

Através de diferentes alianças com empresas, cooperação internacional, indivíduos que contribuem doando ao plano de sócios e com a realização de diferentes campanhas e eventos de arrecadação.

Quais são seus principais parceiros?

Os principais parceiros do TETO são o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) através do Fundo Multilateral de Investimentos, a agência Burson&Marsteller, o BCG, a auditoria Deloitte e a agência Young & Rubicam.

Como posso contribuir?

Você pode contribuir através da seção “Faça sua doação” no site do TETO. Se quiser entrar em contato conosco, pode enviar um e-mail para recursos.brasil@teto.org.br.