TETO
1 setembro, 2014

Perguntas frequentes

1. TETO

O que é o TETO?

TETO é uma organização presente na América Latina e Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nas comunidades precárias, através da ação conjunta de seus moradores e jovens voluntários.Com a implementação de um modelo de intervenção focado no desenvolvimento comunitário, TETO busca, através da execução de diferentes planos, construir uma sociedade justa e sem pobreza, onde todas as pessoas tenham a oportunidade de desenvolver suas capacidades e possam exercer plenamente seus direitos.

Qual é o principal objetivo do TETO?

O principal objetivo do TETO é superar a pobreza e, como dito em sua visão, ter uma sociedade justa e sem pobreza, onde todas as pessoas tenham oportunidades para desenvolver suas capacidades e possam exercer plenamente seus direitos.

“TETO” é o mesmo que “Um Teto para meu País”?

Sim. Somos a mesma instituição que passou por uma série de mudanças internas, desde uma etapa de fundação a uma etapa de consolidação, graças à reconfiguração da identidade e da cultura organizacional, que se buscou representar por uma mudança de imagem.

Que definição utilizam para comunidades precárias?

O TETO define comunidade precária como um grupo de 8 ou mais famílias que vivem em um terreno que possui uma situação irregular em termos legais e que carece de pelo menos um serviço básico, como eletricidade, água e esgoto.

Estão vinculados ou são parte da igreja católica?

O TETO nasceu como uma iniciativa de jovens voluntários apoiada de perto pela Companhia de Jesus, e mesmo que dentro da organização exista a figura do Capelão, cargo ocupado por Cristián del Campo SJ, a Igreja Católica não possui nenhuma influência no trabalho que o TETO realiza nas comunidades. No TETO, todas as pessoas que tenham diferentes crenças, culturas e orientação sexual podem participar sem serem discriminadas.

Estão vinculados a algum partido político?

Não. O TETO é uma organização apartidária, mas que através de todo o trabalho dos moradores e voluntários busca fazer política e gerar incidência, com o objetivo de mudar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas no continente.

Em que países estão presentes?

O TETO está presente em 19 países da América Latina: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Costa Rica, Colômbia, Equador, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Nicarágua, Paraguai, Panamá, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

2. MODELO INTERVENÇÃO COMUNITÁRIO

Qual é o enfoque do modelo de intervenção do TETO?

A intervenção comunitária do TETO tem como foco as comunidades precárias mais excluídas, sendo seu motor essencial a ação conjunta de seus moradores e jovens voluntários, que trabalham para gerar soluções concretas à problemática da pobreza. TETO impulsiona o processo contínuo de fortalecimento da comunidade, considerando o desenvolvimento comunitário como o eixo transversal da intervenção.

Quem pode ter acesso aos planos e programas do TETO?

Todas as famílias que vivem em comunidades que queiram trabalhar com o TETO podem ter acesso, propor e participar dos programas do modelo de intervenção que a organização oferece.

Como é a participação real das famílias em toda a implementação de seu modelo?

As famílias das comunidades participam desde o primeiro momento de nossa intervenção, já que são elas mesmas que se organizam para que o TETO comece a intervenção junto a elas.

Como é feita a seleção das famílias com as que vamos trabalhar?

O TETO trabalha com as famílias vivem em maiores condições de vulnerabilidade social. Trabalhamos sempre com a questão de urgência, e apesar de sabermos que todos ali em um assentamento precário tem necessidades, acreditamos que primeiro devemos priorizar aquelas que estão vivendo em condições com um grau de precariedade maior.

Para isso é feito uma enquete de caracterização socioecômica, que levanta informações sobre a família e a comunidade gerando assim dados suficientes para analisar quem está em uma situação pior e logo assim sendo priorizada por nosso trabalho.

O que é Habilitação Social?

Habilitação Social é o estágio de trabalho em que voluntários do TETO se reúnem com moradores constantemente visando, juntos, identificar as principais necessidades da comunidade e soluções concretas para elas. A metodologia é baseada no desenvolvimento de capacidades dos moradores e envolvidos no projeto. A ideia é trabalhar permanentemente, em conjunto com os moradores, com base em quatro eixos: participação e organização, identidade, autogestão e redes de apoio.

Como funciona o trabalho de Habilitação Social?

A equipe da comunidade, composta por dois coordenadores e voluntários, se reúne semanalmente com a comunidade em espaços de diálogos chamados Mesa de Trabalho. Nessas instâncias o grupo elabora diagnósticos comunitarios e desenvolve diferentes projetos de acordo com as demandas identificadas nesse diagnóstico.

Além desses projetos, o TETO também desenvolve alguns programas que estão disponíveis para as comunidades. Alguns exemplos são os programas de: Formação de Lideranças Comunitárias, Educação, Capacitações Profissionais.

Qual é o objetivo de Habilitação Social?

O objetivo de Habilitação Social é apoiar comunidades que vivem em extrema pobreza a se desenvolver e serem autogestionarios para assim, conseguirem reivindicar seus direitos e melhorar sua qualidade de vida.

De onde vem o nome Habilitação Social?

Esse nome foi utilizado pela primeira vez no Chile, país originário do TETO e de sua metodologia de trabalho. O nome está ligado à ideia de desenvolvimento de habilidades das pessoas, central para o trabalho do TETO nas comunidades.

O que é uma Mesa de Trabalho?

A Mesa de Trabalho é a instância semanal onde os voluntários do TETO se encontram com os moradores e outros atores que atuam na comunidade. Nesta instância que os projetos serão planejados e as articulações entre diferentes grupos será feita.

Como eu faço para participar como voluntário?

Qualquer pessoa pode ser voluntário de Habilitação Social. Se você tiver interesse em participar, envie um email para hs.brasil@teto.org.br e manifeste seu interesse.

Qual é a carga horária de voluntários em Habilitação Social?

A carga dos voluntários de Habilitação Social varia de 4 à 8 horas semanais além de uma visita semanal à comunidade, dependendo da área de atuação.O trabalho de Habilitação Social exige uma presença permanente nas comunidades, dessa maneira pedimos que os voluntários se comprometam a participar durante um período suficiente para fazer a diferença, entre 4 e 6 meses.

Eu preciso ter alguma experiência para participar como voluntário?

Não. Para ser voluntário de Habilitação Social é necessário apenas tempo para ir à comunidade e comprometimento.

Qual o critério de seleção das comunidade?

Hoje em dia, as comunidades em que Habilitação Social atua, são aquelas onde o TETO já atuou com a construção de casas de emergência. Nos preocupamos em começar o trabalho em comunidades onde já existem voluntários engajados ou que tenhamos voluntários que vivem próximos à ela para que o trabalho seja sustentável. Nós também levamos em consideração a localização das comunidades, o tipo de mobilização já existente, a relação que o TETO tem com a comunidade, entre outros critérios. No futuro não descartamos a possibilidade de trabalhar em comunidades onde não houve construção do TETO.

Quais projetos são desenvolvidos na comunidade?

Habilitação Social trabalha de duas maneiras: os projetos comunitários e a intervenção programática. Os projetos que são desenvolvidos na comunidade dependem das demandas que são diagnósticadas ao longo do trabalho. Alguns exemplos de projetos que já foram realizados na América Latina e no Brasil são: Pavimentação de vielas, Cinema na comunidade, construção de fossas ecológicas, construção de quadras poliesportivas, passeio de crianças ao museo, entre outros. As intervenções programáticas são programas elaborados pelo TETO e que estão à disposição da comunidade. No Brasil estamos desenvolvendo o trabalho com os programas de Formação de Lideranças Comunitárias e de Educação.

Habilitaçõ Social trabalha apenas em comunidades onde o TETO já construiu?

Hoje em dia, sim. O trabalho de Habilitação Social tenta dar prioridade às comunidades em que o TETO já construiu pois acreditamos que todo o trabalho faz parte do mesmo processo. Além disso, nas comunidades onde já houve construção, existe um vínculo importante para o trabalho. Porém, existe sim a possibilidade de, no futuro, trabalhar em comunidades onde não houve construção do TETO.

Existe o envolvimento do governo no trabalho de Habilitação Social?

Em habilitação Social acreditamos fortemente na articulação e no trabalho conjunto. Nós buscamos ajudar os moradores em se articular com todos os atores (lideranças locais, associações, ONGs, entidades, etc.) que existem em suas comunidades e que possam ajudar nos objetivos que buscam alcançar. Assim, buscamos articular com o poder público ao máximo quando percebemos que é necessário e, principalmente, quando se trata de problemas estruturais que perpetuam a exclusão.

Quanto tempo duram os projetos de Habilitação Social?

Habilitação Social é um trabalho de longo prazo e termina quando os objetivos propostos pela comunidade forem alcançados ou quando a comunidade já não necessita do nosso apoio. Os projetos elaborados pelos moradores são mais pontuais e duram em média 6 meses a 1 ano.

Como eu posso acompanhar o trabalho de Habilitação Social?

Você pode acompanhar a evolução do trabalho entre voluntários e moradores na fase de Habilitação Social nos seguintes canais:

- Facebook: www.facebook.com/tetobra

- Site do TETO: www.teto.org.br

- Virando um AMIGO DO TETO e recebendo um boletim periódico: http://bit.ly/1hUQJ1h

Quais as expectativas de Habilitação Social para 2014?

Em 2014 esperamos conseguir trabalhar em 10 comunidades e elaborar os nossos programas de Formação de Lideranças Comunitárias e Educação.

Posso sugerir projetos para Habilitação Social?

Sim. A sugestão de projetos, contatos e ideias é muito importante para a área de Habilitação Social. No google site de Habilitação Social (https://sites.google.com/a/teto.org.br/hs-do-brasil/) existe uma planilha que qualquer um pode preencher com suas sugestões. Além disso, os diretores estão sempre à disposição no escritório. Vale ressaltar que qualquer sugestão e ideia poderá ser levada à comunidade mas será posta em prática apenas com a validação dos moradores.

Qual é a diferença entre Habilitação Social no Brasil e outros países onde o TETO atua?

O trabalho de Habilitação Social é segue uma metodologia de intervenção baseada nas Mesas de Trabalho, nos projetos comunitários e na intervenção programática. Cada país adapta esse modelo de trabalho à sua realidade para poder ter um melhor impacto na situação de pobreza de seu país. Em alguns países o trabalho já é mais antigo e, assim, já existem muito programas que ainda não temos aqui no Brasil. Alguns desses são: microcrédito, saúde, capacitação de oficios, etc.

Por que não todas as comunidades a onde o TETO trabalha tem Habilitação Social?

O trabalho do TETO é contínuo porém conta com a contribuição de diferentes tipos de trabalho e projetos. Atualmente, Habilitação Social assume o trabalho quando existe a possibilidade de trabalhar em conjunto com os moradores em Mesas de Trabalho para elaborar projetos de acordo com a demanda das comunidades. A implementação da Mesa de Trabalho não acontece em todas as comunidades onde o TETO constrói por diversos motivos, falta de mobilização, falta de voluntários, inviabilidade de trabalho à longo prazo, etc.

Como trazemos os programas de habilitação social na minha comunidade?

Nas comunidades onde o TETO atua com o trabalho de Habilitação Social sempre existe uma equipe fixa que se reune semanalmente com os moradores da comunidade. Qualquer pessoa que tiver interesse pode participar dessas reuniões, propor ideias e buscar os programas de Habilitação Social.

Para comunidades onde o TETO ainda não promove esse tipo de trabalho, pedimos para que entrem em contato com o escritório do TETO para podermos verificar as possibilidades.

Sou uma organização e tenho interesse em fazer uma parceria com Habilitação Social. Como eu faço?

O trabalho de Habilitação Social é muito flexível e, por isso, as parcerias também podem ser muito diferentes. Toda organização que tiver interesse em fazer uma parceria com Habilitação Social ou mesmo  entender um pouco melhor o trabalho deve entrar em contato com hs.brasil@teto.org.br.

3. VOLUNTARIADO

Quem são os voluntários do TETO?

Um voluntário do TETO é aquele que se compromete com a realidade de seu país e tem a convicção de que superar a pobreza é possível.
Ser voluntário do TETO é trabalhar nas comunidades precárias, lado a lado com as pessoas que vivem em condições inaceitáveis, é se sensibilizar com a realidade do outro, é tomar consciência sobre as causas estruturais que produzem a pobreza e as atitudes que contribuem para mantê-la, é atuar e se mobilizar para gerar soluções e mudanças reais.O voluntariado é um mecanismo de participação cidadã, que busca a mobilização e o envolvimento de jovens e de todos os atores da sociedade.

O que os caracteriza?

Os voluntários do TETO se caracterizam por serem jovens que possuem uma grande convicção de que se pode gerar uma mudança em seus países e superar a pobreza no continente. Estão comprometidos com as famílias das comunidades com as quais trabalham.

O que o TETO pede a seus voluntários?

O TETO espera que os voluntários estejam comprometidos com o trabalho que vão realizar nas comunidades e que este seja contínuo, isto é, se assumirem um compromisso, que ele seja tomado com profissionalismo, cumprindo com tudo o que ele implica.

Quem pode ser voluntário?

Mesmo que todas as pessoas que desejam possam ser voluntárias do TETO, nosso foco está nos jovens de até 30 anos. Todas as nossas campanhas de captação de voluntários se realizam em faculdades/universidades.

O que buscam com seus voluntários?

No TETO se trabalha com três eixos na Formação do voluntariado, que têm a ver com:

o   Pessoal: entendimento da pobreza, suas causas e consequências, compromisso com esta realidade, coerência nas ações dos voluntários.

o   Técnica: conhecimento do modelo de intervenção e de suas ferramentas, atitude de denúncia, investigação e conhecimento do sistema político e social do país.

o   Cidadania: fortalecimento da democracia, participação cidadã focada nos direitos humanos.

Em quais datas têm atividades?

As distintas atividades que se realizam nas comunidades correspondem aos planejamentos próprios dos países, portanto, para saber as atividades do país em que reside, entre em contato com o escritório local.

Como posso participar?

Inscrevendo-se no site de seu país e preenchendo o formulário disponibilizado. Se você não tem tempo, mas quer de toda maneira colaborar com o trabalho do TETO, pode tornar-se sócio na seção “Faça sua doação” e contribuir mensalmente com uma quantia em dinheiro.

Quer saber mais sobre como funciona uma construção de casas de emergência? Clique aqui!

4. FINANCIAMENTO

Como se financiam?

Através de diferentes alianças com empresas, cooperação internacional, indivíduos que contribuem doando ao plano de sócios e com a realização de diferentes campanhas e eventos de arrecadação.

Quais são seus principais parceiros?

Os principais parceiros do TETO são o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) através do Fundo Multilateral de Investimentos, a agência Burson&Marsteller, o BCG, a auditoria Deloitte e a agência Young & Rubicam.

Como posso contribuir?

Você pode contribuir através da seção “Faça sua doação” no site do TETO. Se quiser entrar em contato conosco, pode enviar um e-mail para recursos.brasil@teto.org.br.