TETO
20 dezembro, 2014

Modelo de Trabalho

 A proposta de trabalho comunitário do TETO é focada nos assentamentos precários mais excluídos, sendo seu principal motor a ação conjunta de seus moradores e jovens voluntários, os quais trabalham para gerar soluções concretas para uma problemática social que julgamos prioritária: a pobreza. TETO estimula um processo contínuo de fortalecimento da comunidade, considerando o desenvolvimento comunitário como eixo transversal da intervenção.

Para começar seu trabalho lado a lado com as famílias, o primeiro passo é uma busca ativa com objetivo de encontrar comunidades que hoje estão em condições de pobreza. Após encontrar, priorizar e uma apresentação do modelo de trabalho, a comunidade valida o início das atividades, dando o primeiro passo de um trabalho de longo prazo.

A primeira atividade é a realização de um levantamento socioeconômico de informações sobre toda a comunidade, cujos dados são coletados por moradores e jovens voluntários,  servindo como insumo para determinar os projetos que serão correalizados ali. De acordo com as demandas levantas serão planejados e executados projetos comunitários de curto prazo, como a construção de moradias de emergência.

Durante o período de projetos de curto prazo a equipe permanentede voluntários do TETO trabalha com os moradores pela mobilização e organização comunitária. Após esse período de fortalecimento  dá início à Habilitação Social – trabalho que visa fortalecer as capacidades comunitárias pela participação e organização, identidade, autogestão e redes de apoio.

                                  

Mesa de Trabalho é uma instância de reunião, diálogo e discussão entre líderes comunitários, moradores e jovens voluntários, na qual se identificam possíveis soluções para as necessidades prioritárias das comunidades. Esse trabalho em conjunto é feito por meio de projetos comunitários e programas. O TETO se concentra na elaboração de programas que podem ser implementados de acordo com as demandas da comunidade. Tais como:

-  educação

- capacitação profissional e fomento produtivo

- formação de lideranças comunitárias

- Financiamento parcial de projetos comunitários

- entre outros

Além de buscar a vinculação a redes para poder desenvolver outros programas que respondam aos objetivos das comunidades e contribuam para a geração de soluções integrais.

O norte de todo trabalho é o momento quando a comunidade tem todos os direitos básicos assegurados, estando plenamente inclusas no desenvolvimento da cidade, e são implementadas soluções definitivas nas comunidades, como a regularização da propriedade, a instalação (ou regularização) de serviços básicos, moradia definitiva e infraestrutura comunitária. O TETO articula e promove o vínculo de moradores de comunidades organizadas a instituições do Estado, entre outros atores da sociedade para garantir seus direitos. Clique nos links abaixo para conferir exemplos no Chile.

Exemplo 1, Exemplo 2, Exemplo 3 e Exemplo 4